publicidade

Notícias

Supermercadistas mantém cautela

VENDAS DE FIM DE ANO: EXPECTATIVA DOS SUPERMERCADISTAS É DE CRESCIMENTO REAL DE 1,93%

31-10-2018

Os empresários do setor supermercadista projetam crescimento  real de 1,93% nas vendas de final de ano, de acordo com a Pesquisa Natal 2018, da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), realizada pelo Departamento de Economia e Pesquisa da entidade, divulgada nesta terça-feira (30).

Mesmo com perspectivas positivas, a maioria dos empresários mantém cautela em relação às suas encomendas. Em 2018, 66% dos supermercadistas entrevistados na pesquisa projetam compras no mesmo patamar junto às indústrias/fornecedores, e apenas 18% estão mais otimistas, e acreditam em vendas superiores em relação a 2017.

De acordo com o presidente da ABRAS, João Sanzovo Neto, o setor de supermercados segue com resultados positivos e no caminho da recuperação econômica, o que contribui para um melhor otimismo dos empresários em relação às vendas de final de ano.

"Nossa Pesquisa Natal mostra que alguns itens tiveram crescimento nas apostas na comparação com 2017, o que demonstra melhor confiança dos supermercadistas para o período. Independentemente das perspectivas, os nossos clientes irão encontrar muita dedicação dos empresários do setor, que estão se preparando da melhor maneira possível para recebê-los", declara o presidente da ABRAS, João Sanzovo Neto.

Vendas

Em relação à expectativa de vendas dos produtos mais consumidos no Natal e no Réveillon, o vinho importado (13,81%) e o panetone (13,06%) lideram as perspectivas dos empresários, seguidos do refrigerante (12,44%), carne bovina (12,35%), cerveja (12,19%) e frango congelado (12,11%).


Estratégias de venda

As estratégias mais apontadas pelos supermercadistas para alavancar as vendas de final de ano, são: ações no ponto de venda (47%), degustação de produtos (19%), promoção (16%) e brindes (18%).

Produtos típicos

 
Dentre os produtos típicos do Natal, além do panetone, os supermercadistas estão apostando nas vendas de frutas nacionais da época (11,38%), e frutas secas (9,70%). Todos os itens tiveram aumento significativo na perspectiva em relação a 2017.
O peru, uma das aves mais tradicionais da época, registrou 7,14% das expectativas de vendas, leve acréscimo nas encomendas em relação ao ano passado, que registrou 7,07% da expectativa no período.

Entre as carnes mais consumidas nas festas de final de ano, o pernil é a aposta de vendas para os supermercadistas, com perspectiva de alta de 11,91% nas vendas.
Em relação aos peixes, assim como em 2017, os supermercadistas estão apostando mais nos frescos (11,25%), seguido do congelado (9,10%), e bacalhau (8,85%).

Importados

A estimativa de vendas para os itens importados ficou em 6,92%, acima dos 5,83% registrados em 2017.
Os vinhos importados tiveram um acréscimo nas encomendas (13,81%). No ano passado, este item representava 5,77% das expectativas de vendas. As frutas importadas também estão entre as principais apostas (11,00%) em 2018.

Preços

Em relação aos preços, as frutas importadas (11,46%), importados em geral (10,80%) e os vinhos importados (10,00%), foram os que apresentaram maior variação, devido à alta do dólar no período.

Presentes

Dentre os itens para presentear, assim como no ano passado, a caixa de bombom, por ser um item de menor valor agregado, continua sendo a maior aposta de vendas (10,51%), seguida dos eletrônicos (10,00%). Os brinquedos, que fazem a alegria da garotada, também receberam atenção significativa dos supermercadistas no quesito vendas (8,27%).

Contratações

 
A Pesquisa Natal 2018 também apurou as expectativas de contratação das empresas do setor. Dos supermercadistas entrevistados, 33% irão contratar mão de obra temporária, ante 23% em 2017. Desses, 85% afirmaram que contratarão até 50 funcionários em suas lojas. A perspectiva é de que o setor gere de 11 a 14 mil vagas temporárias no final do ano, incluindo as intermitentes.
Dentre as funções mais informadas pelos entrevistados que irão contratar temporários estão: operador de caixa (26,47%), repositor (24,51%), empacotador (21,57%) e entregador (10,78%).

 

Metodologia


A pesquisa de Natal da ABRAS é realizada pelo Departamento de Economia e Pesquisa da entidade nacional anualmente. Em 2018, foi apurada de 4 setembro a 5 de outubro, por meio de questionário on-line com 102 redes de supermercados do Brasil.

Clique aqui e confira a pesquisa na íntegra. 

 

Redação Portal ABRAS/AMAS